Objetivo dessa página

O principal objetivo desse blog é compartilhar meus trabalhos acadêmicos com aqueles que estiverem interessados. Espero estar contribuindo com o aprendizado de alguém, como outros contribuíram comigo.

Todos os textos postados aqui são de minha autoria, porém, todos foram criados através de pesquisas, cujas fontes estão citadas nas referências de cada um.

E aqui fica uma mensagem:

"De nada adianta ser luz, se não for para iluminar os caminhos dos demais." (WALT DISNEY)

Bom estudo!

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Finanças Empresariais: Fase II

Estudo de Caso (Continuação – Fase II)

Após os fatos ocorridos durante o mês de fevereiro relativos à empresa “SOS-ÁUDIO VISUAIS” de propriedade do Sr. Paulo da Silva, o mesmo optou por, além da prestação de serviços em equipamentos áudio-visuais, comercializar aparelhos eletrônicos de TV, Som Automotivo, Retroprojetor, Projetor Multimídia, entre outros. Após as instruções pelo contador da empresa, foi registrada a primeira alteração de Contrato Social incluindo o novo ramo comercial. Durante o mês de março foram relacionados os seguintes valores com o objetivo de formação do preço de venda de cada mercadoria:



TV
Som Automotivo
Retroprojetor
Multmídia

Custo Unitário de
Aquisição (R$)
450,00   
290,00
600,00
950,00
Impostos sobre
Venda (%)
20%
20%
20%
20%
Despesas Fixas
+ Variáveis (%)                      
10%
5%
15%
15%
Margem de Lucro
Desejada (%)
8%
10%
12%
15%

Baseados nas informações acima e nos conteúdos abordados nas disciplinas de Matemática Financeira e Contabilidade de Custos, desenvolva as seguintes questões:

1) Calcular o preço de venda pelo método do Mark-up para cada mercadoria
especificada, considerando todos os dados relacionados.
R: Preço de TV:   
PV =            450,00
             100-(20%+10%+8%)
                         100
PV =     450,00     
               0,62
PV =     725,80

Preço de Som Automotivo:
PV =             290,00
          100-(20%+5%+10%)
                        100
PV =    290,00
              0,65
PV =    446,15

Preço de Retroprojetor:
PV =            600,00
          100-(20%+15%+12%)
                       100
PV =    600,00
              0,53
PV =     1.132,08

Preço de Multimídia:
PV =             950,00
         100-(20%+15%+15%)
                       100
PV =      950,00
                0,50
PV =      1.900,00

2) Entre os dados necessários ao cálculo do preço de venda pelo Mark-up, foram relacionadas Despesas Fixas e Despesas Variáveis. Relacione 2 possíveis exemplos para cada tipo de despesa de acordo com as
informações sobre a empresa.
R: Despesas Fixas:
Salário do pessoal administrativo e taxa de telefone fixo.
Despesas Variáveis:
Frete para entrega de produtos vendidos e compra de mercadoria para revenda.

3) Sabe-se que os preços de venda desenvolvidos pelo mercado do ramo de equipamentos áudio-visuais são: (Contabilidade de Custos)

Tv
Som automotivo
Retroprojetor
Projetor multimídia
800,00
500,00
1.200,00
2.000,00

Calcule o Custo Meta ou Target Cost necessário para a empresa do Sr. Paulo atingir a lucratividade desejada e continuar competitiva no mercado.
R: Custo Meta para TV:
CM = PV – (I + D + M)
CM = 800,00 – 38% * 800,00
CM = 800,00 – 304,00
CM = 496,00

Custo Meta para som automotivo:
CM = 500,00 – 35% * 500,00
CM = 500,00 – 175,00
CM = 325,00

Custo Meta para retroprojetor:
CM = 1.200,00 – 47% * 1.200,00
CM = 1.200,00 – 564,00
CM = 636,00

Custo Meta para projetor multimídia:
CM = 2.000,00 – 50% * 2.000,00
CM = 2.000,00 – 1.000,00
CM = 1.000,00

4) Pode-se afirmar que a empresa “SOS ÁUDIO-VISUAIS” utilizou a metodologia do Mix de produtos para cálculo dos preços de venda? Justifique.
R: Sim. A empresa usou margens de comercialização diferente para cada produto.

5) Escreva as definições dos conceitos estudados na disciplina de Matemática Financeira, e em cada um deles dê dois exemplos dos uso na vida cotidiana.
Conceitos:
Montante Simples;
Montante Composto;
Juros Compostos;
Taxas de Juros.
R: Montante Simples - É a soma no final de n período, do capital com os juros, que incidem sempre sobre o capital inicial.
Ex: 1- Qual o montante produzido por um capital de $ 200,00 aplicado à taxa juros simples de 4% a. m. pelo prazo de 3 meses?
C = 200,00                                 M = 200 (1+0,04*3)
I = 4% a. m. = 0,04 a. m.           M = 200 (1+0,12)
N = 3 meses                              M = 200 * 1,12
M = ?                                         M = 224,00

Ex: 2- O Sr. “X” fez uma aplicação de $ 20.000,00 à taxa de juros simples de 1,5% a. m. pelo prazo de 18 dias. De quanto será o resgate?
C = 20.000,00                                 M = 20.000 (1+0,0005*18)
I = 0,015/30 = 0,0005 a. d.             M = 20.000 (1+0,0090)
N = 18 dias                                     M = 20.000 * 1,0090
M = ?                                              M = 20.180,00
                                       
Montante Composto – É a soma de um capital com os juros, onde os juros se capitalizam no final de um período, formando um novo capital, sobre o qual incidirão os juros do período seguinte.
Ex: 1- Qual o montante produzido pelo capitalde $ 5.000,00 aplicado à taxa de juros compostos de 4% a. m. pelo prazo de 6 meses?
C = 5.000,00                     M = 5.000 (1+0,04)6
I = 0,04 a. m.                    M = 5.000 * 1,2653
N = 6                                  M = 6.326,59
M = ?

Ex: 2- Que montante obterei ao aplicar $ 12.340,00 por três meses à taxa de juros compostos de 1,7% a. m.?
C = 12.340,00                                 M = 12.340 (1+0,017)3
I = 1,7% = 0,017%                          M = 12.340 (1,017)3
N = 3 meses                                   M = 12.340 * 1,0519
M = ?                                              M = 12.980,10


Juros Compostos – São juros de um determinado período que se incorporam ao capital, formando uma nova base de cálculos para o período seguinte.
Ex: 1- Quais os juros produzidos pela aplicação de $ 2.500,00 no regime de juros compostos à taxa de 2% a. m. pelo prazo de 6 meses?
C = 2.500,00                          J= 2.500 [(1+0,02)6 – 1]
I = 0,02 a. m.                         J = 2.500 [(1,02)6 -1]
N = 6 meses                          J = 2.500 * 0,1262
J = ?                                      J = 315,40

Ex: 2- Calcule os juros compostos da aplicação de $ 1.500,00 à taxa de 1,5% a. m. por 4 meses e 6 dias.
C = 1.500,00                           J = 1.500 [(1+0,0005)126 -1]
I = 0,015/30=0,0005               J = 1.500 [ (1,0005)126 -1]
N = 126 dias                           J = 1.500 * 0,0650
J = ?                                       J = 97,50

Taxas de Juros – É a razão entre o capital e o juro e normalmente é representada em forma percentual, que é um valor que tem como parâmetro um capital de 100 u. m. Esta taxa deve estar de acordo com o período de capitalização, que poderá ser diária, mensal, bimestral, trimestral, quadrimestral, semestral e anual.
Ex: 1- Qual a taxa mensal de juros compostos que faz com que um capital de $ 2.300,00 atinja um montante de $ 2.325,57 em uma aplicação de 33 dias?
C = 2.300,00                        2.325,57=2.300,00 (1+i)33/30
N = 33/30 dias                     2.325,57/2300,00 (1+i)33/30
M = 2.325,57                        1,0111= (1+i)33/30
I = ?                                       1,011130/33 = 1+i
                                              1,01110,9091 = 1+i
                                               1,0101 = 1+i
                                               I = 1,0101 – 1
                                               I = 0,0101
                                               I = 1,0101% a. m.

Ex:2- Um capital de $ 900,00 foi aplicado durante 12 meses em um determinado investimento. No final desse prazo, o investidor sacou $ 1.332,00. Qual é a taxa de juros mensal utilizada?
C = 900,00                          1.332 = 900 (1+i . 12)
N = 12 meses                      1.332/900 = 1+12 i
M = 1.332,00                          1,4800 = 1+12 i
I = ?                                         1,4800 – 1 = 12 i
                                                 0,4800 = 12 i
                                                 I = 0,4800/12
                                                 I = 0,0400 = 4% a. m.

6) Faça um texto descrevendo as oscilações do mercado financeiro nestes três primeiros meses do ano, descreva também quais são as perspectivas para os próximos meses.

Oscilações do Mercado Financeiro no Primeiro Trimestre de 2008

            Comparando aos anos anteriores, o primeiro trimestre de 2008 foi o pior da bolsa brasileira desde 2005. As incertezas sobre a possibilidade de uma recessão na maior economia do mundo, provocam uma fuga dos investidores estrangeiros para ativos considerados mais seguros, contribuindo para um baixo desempenho trimestral. A hipótese de que os EUA entrariam em recessão provocou uma grande aversão ao risco, consagrando o ouro como o melhor investimento do mês, porque em períodos de cautela acentuada, é comum uma demanda maior por este tipo de ativos. E de fato, a crise oriumda da inadimplência das hipotecas de alto risco, ganhavam magnitude preocupante em janeiro. E, enquanto o presidente norte-americano anunciou um plano fiscal de US$ 150 bilhões para estimular o consumo do país, o Federal Reserv reduziu a taxa básica de juros em dois momentos no mesmo mês.
            Os esforços das autoridades monetárias e a abrupta redução no juro básico norte-americano em fevereiro, aliviaram a crise de créditos que derrubou os mercados. Porém em março, a instabilidade nos mercados de commodities como petróleo e diversos metais, voltou a afetar a renda variável brasileira, além de novos indicadores sugerindo fraqueza da economia dos EUA, que também impactaram no mercado.
            No entanto, a experiência mostra que, ao lado da racionalidade, da persistência e da disciplina, o tempo trabalha em favor do investidor. Vários estudos demonstram que no mercado de ações, quanto maior o prazo do investimento, menor o risco associado, o que torna a relação risco X retorno mais favorável, pois a força dos juros compostos facilita a obtenção de elevados retornos e superiores aos obtidos com a renda fixa. Neste caso, quando o mercado enfrentar turbulências, como esta causada pela crise no sistema de crédito americano, o investidor de longo prazo não precisa se preocupar com os movimentos de curto prazo, já que o valor das empresas flutua com menor rapidez que o preço das ações no mercado. Ainda para alguns investidores, a volatilidade rima com oportunidade, pois as fortes quedas nas cotações, oferecem oportunidades para comprar ações de boas empresas com maior margem de segurança, uma vez que, o investidor nunca deveria vender suas ações porque o preço caíu, nem comprar porque o preço subiu e isso é o que muitas pessoas costumam fazer.

Referências


CRUZ, Conrado Mazzone. Primeiro trimestre marca pior desempenho do Ibovespa desde 2005. Disponível em: http://web.infomoney.com.br/templates/news/view.asp?codigo=1017953&path=/investimentos/noticias/cambio/ Acessado em: 26 abr. 2008.

FERINATI, Nilton d’Avila. Volatividade rima com oportunidade. Porto Alegre. 2008. Disponível em: http://www.administradores.com.br/artigos/artigos/volatilidade_rima_com_oportunidade/22429/ Acessado em: 26 abr. 2008.

UNIVERSIDADE NORTE DO PARANÁ. Material didático do curso de graduação em administração, modalidade de ensino a distância, módulo 3. UNOPAR Virtual, londrina 2008.


Bibliografia


A crise dos EUA e as oscilações do mercado. Inverta. Ed. 421; economia. Brasil. 2008. Disponível em: http://www.inverta.info/jornal/arquivo/421/economia/criseeua Acessado em: 26 abr. 2008.

BLATT, Adriano. Matemática Financeira. Curso em DVD. Rio de Janeiro: Suma Econômica. Vs 1,2.

Crise dos mercados financeiros. Oboé. Fortaleza. 2008. Disponível em: http://www.oboe.com.br/index.asp?conteudo=destaque2 Acessado em: 26 abr. 2008.

ONISHI, Renato; NUNES, Carlos et tl. Mercados. HSBC Investimentos. Disponível em: https://www.hsbcinvestimentos.com.br/cms/publicacoes/publicacao937/MERC080425.pdf ACESSADO EM: 26 abr. 2008.

Nenhum comentário:

Postar um comentário